DHL Supply Chain

DHL Supply Chain

A NEC Brasil, provedora de soluções convergentes de redes de comunicação e tecnologia da informação, expandiu seu contrato de prestação de serviços para a DHL Supply Chain, líder no setor de logística e cliente da empresa desde 2006. Além do fornecimento da tecnologia dos equipamentos coletores de dados, agora a NEC também é responsável pelo gerenciamento do processo de manutenção desses computadores móveis, em tempo real.

O projeto prevê o uso de recursos técnicos exclusivos para realizar a manutenção dos cerca de 500 aparelhos espalhados pelas filiais da DHL por todo o Brasil, além da garantia de um novo equipamento para ser usado enquanto o reparo é realizado. De acordo com Rinaldo Gressoni, IT Manager ISM da DHL, a terceirização desta atividade traz vantagens bastante perceptíveis aos processos e níveis de serviços da empresa, reduzindo, inclusive o downtime do trabalho e permitindo a flexibilidade de transferência dos equipamentos de uma operação para outra de maneira mais rápida. Afinal, a manutenção e configuração dos coletores levavam muitas horas para serem finalizadas, além de exigirem horas-extras dos analistas responsáveis pela abertura dos chamados e um tempo muito maior para a entrega dos equipamentos revisados.

“O setor de logística é muito dinâmico e por isso, as soluções precisam estar disponíveis a qualquer horário, incluindo finais de semana. Antes de implantarmos esse projeto, as configurações eram feitas sem um gerenciamento unificado, o que impactava no controle e no uso total da capacidade dos equipamentos. A terceirização desse serviço nos trouxe maior confiabilidade e menor tempo de resposta, pois conseguimos prever as necessidades de cada operação, permitindo uma atuação mais programada e uma manutenção mais ágil, o que é essencial para nosso setor”, explica Gressoni.

Já Luiz Villela, diretor de marketing e negócios da NEC Brasil, conta que a terceirização desse serviço desonerou os profissionais da DHL, que deixaram de se preocupar com o gerenciamento da manutenção dos coletores e ainda contribuiu para diminuir o tempo das operações internas. “Estávamos recebendo muitas solicitações para o conserto desses equipamentos, então propomos essa expansão dos serviços para permitir maior flexibilidade nas ações internas da empresa. Agora os profissionais da DHL podem se concentrar totalmente em seu core business, já que passamos a fazer a configuração dos coletores de forma automática e independente da localização e da hora que a solicitação for feita, tornando o processo mais rápido e seguro”, complementa.

Para ele, o processo de terceirização é uma tendência evidente dos dias de hoje, já que permite diversas vantagens para os processos de negócios. “Com a manutenção terceirizada, a DHL deixou de se preocupar com a avaliação e reparo dos equipamentos, que passaram a ser realizadas por um profissional especializado e capaz de resolver os problemas de maneira mais eficiente, desde uma simples mudança de configuração até os procedimentos mais complexos. O técnico entrega os equipamentos sempre em ordem aos funcionários, o que gera otimização de tempo e de produção dentro da DHL”, finaliza Villela.